Rosetta Stone

Rosetta StoneThe Rosetta Stone, discovered in 1799 by soldiers in Napoleon’s invading army at the town of Rashid (Rosetta), is an ancient Egyptian granodiorite stele inscribed with a decree issued at Memphis in 196 BC on behalf of King Ptolemy V. The decree appears in three scripts: at the top the decree was written in Ancient Egyptian hieroglyphs (the traditional script of Egyptian monuments, already 3000 years old), in the middle the same decree was written in Demotic (the everyday script of literate Egyptians), and at the bottom in Ancient Greek (the language used by the government – at this time Egypt was ruled by a Greek dinasty). Because it presents essentially the same text in all three scripts (with some minor differences among them), it provided the key to the modern understanding of Egyptian hieroglyphs.

******

A Pedra de Roseta, descoberta em 1799 por um soldado de Napoleão em Rashid (Roseta), é um fragmento de uma estela (pedra destinada a ter uma inscrição) de granodiorito do Antigo Egipto, cujo texto foi crucial para a compreensão moderna dos hieróglifos egípcios. A sua inscrição regista um decreto promulgado em 196 a.C., na cidade de Mênfis, em nome do rei Ptolomeu V, registado em três parágrafos com (sensivelmente) o mesmo texto: na parte de cima o texto está na forma hieroglífica (escrita tradicional nos monumentos egípcios) do egípcio antigo, ao centro em demótico (forma de escrita corrente), variante escrita do egípcio tardio, e, em baixo, em grego antigo (o Egipto era então governado por uma dinastia grega).

Stone (clay) tablet

Stone (clay) tabletStone (clay) tablet, about 2400-2200 BC, with land purchase details, excavated in Mesopotamia (modern Iraq). The tablet lists purchases of land by a man named Tupsikka, with payments made in baskets of barley.

******

Tablet (placa de argila) datada de 2400-2200 AC, escavada na Mesopotâmia (actual Iraque), com detalhes sobre uma transacção de terrenos de um homem chamado Tupsikka, que efectuou o pagamento através de cestos de cevada – cereal normalmente usado como moeda.

Book Wallpaper

Book Wallpaper
Early XIX century panoramic French wallpaper of sufficient rarity with scenes from Don Quixote – Manor of Sezim, Guimarães, Portugal.

******

Colecção única de belíssimos papéis panorâmicos, da primeira metade do século XIX, relativos à obra-prima de Cervantes – Dom Quixote de La Mancha – na sala com o mesmo nome, na Casa de Sezim, em Guimarães.

Books and Azulejos (4th image)

Books and Azulejos (4th image)
This is probably the oldest (1719/1721) azulejos (ceramic tilework) library image in Portugal – Zacarias Franciscan Friar (1222) in his library in São Francisco de Alenquer Convent.

******

São muito raras as imagens de bibliotecas anteriores ao Terramoto de 1755, e mais ainda as que pretendam retratar bibliotecas do séc. XIII, daí que o painel de azulejos (1719/1721) na entrada para os claustros do Convento de São Francisco de Alenquer (primeiro convento franciscano fundado em Portugal, em 1222, por D. Sancha, filha de Sancho I) tenha um significado e valor muito especiais. Neste painel é retratado Frei Zacarias e sua Biblioteca – este religioso franciscano teria sido enviado em missão a Portugal em 1217, por São Francisco de Assis.

Books and Azulejos (3rd image)

Books and Azulejos (3rd image)
Books and Azulejos – ceramic tilework – at Angra do Heroísmo Library & Archive, Portugal

******

Livros e Azulejos na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Angra do Heroísmo.

Books and Azulejos (2nd image)

Books and Azulejos (2nd image)Books and Azulejos – ceramic tilework – at Santa Maria de Landim Monastery, Vila Nova de Famalicão, Portugal (2nd image).

******

Livros e Azulejos na Casa do Mosteiro de Landim (2.ª imagem).

Books and Azulejos (1st image)

Books and Azulejos
Books and Azulejos – ceramic tilework – at Santa Maria de Landim Monastery, Vila Nova de Famalicão, Portugal (1st image).

******

Livros e Azulejos na Casa do Mosteiro de Landim (1.ª imagem).

Joanina Library central hall

Joanina Library central hall The Joanina Library (Coimbra, Portugal) magnificent central hall («palace»).
On your visit search for the Latin authors Virgil, Ovid, Seneca and Cicero medallions, and for the university portray surrounded by the the Honour, Virtue, Fortune and Fame attributes
You can discover the 22 most beautiful Historical Libraries in Portugal with the book Bibliotecas – Maravilhas de Portugal / Libraries – Wonders of Portugal

******

Segunda sala («palácio») da magnificente Biblioteca Joanina.
Na sua visita procure os medalhões com os autores latinos Virgílio, Ovídio, Séneca e Cícero, e os atributos Honra, Virtude, Fortuna e Fama que cercam a figura da Universidade.
Não deixe de conhecer as 22 mais belas Bibliotecas Históricas portuguesas através do livro Bibliotecas – Maravilhas de Portugal / Libraries – Wonders of Portugal

Books also need music

Books also need music

Nuno da Silva Marques at Joanina Library, Coimbra, Portugal

Video available at http://www.centroatl.pt/titulos/artes/bibliotecas/index.html

******

Nuno da Silva Marques na Biblioteca Joanina, em Coimbra

A interpretação realizada na Biblioteca Joanina pode ser apreciada em http://www.centroatl.pt/titulos/artes/bibliotecas/index.html

 

Joanina Library

Joanina Library first hall

The Joanina Library (Coimbra, Portugal) magnificent first hall («palace»).
In this «Bibliotecae» the «shelves exalt the books, happy to be here».
You can discover the 21 most beautiful Historical Libraries in Portugal with the book «Bibliotecas – Maravilhas de Portugal / Libraries – Wonders of Portugal»
http://www.centroatl.pt/titulos/artes/bibliotecas/index.html
******
Primeira sala («palácio») da magnificente Biblioteca Joanina.
Nesta Biblioteca as «estantes ornam os livros, felizes».
Não deixe de conhecer as 21 mais belas Bibliotecas Históricas portuguesas através do livro «Bibliotecas – Maravilhas de Portugal / Libraries – Wonders of Portugal»
http://www.centroatl.pt/titulos/artes/bibliotecas/index.html